Quando tenho sempre razão

Mais cedo ou mais tarde tudo o que dito, acontece. Antes não tivesse sempre razão. E aperto todo o meu corpo, tensionado, sem margem para erros. E esta torna-se uma realidade para muitos, a tensão, a constrição, a rigidez, a extrema dor quando algo não corre de acordo, as dores de cabeça, a irritabilidade e a falta de espaço mental para ouvir o ponto de vista do outro.

E por vezes oscila-se, e quando o dia não está a ser favorável, e se bate constantemente nas ombreiras das portas, se entala os dedos nas gavetas, se deixa cair algo que ainda nos atrasa mais a vida porque suja, e só chove, e deixamos em casa a roupa para ir ao ginásio ao final do dia, e perdemos a última actualização daquela preciosa folha de excel, aí percebemos de uma forma muito agreste, tensa com a vida que não fazemos nada de jeito.

Será então que temos sempre razão, ou que não fazemos nada de jeito? Ou será que às vezes temos razão, outras vezes nem tanto, e às vezes as coisas saem bem feitas e outras vezes nem por isso. Mas principalmente, será que naquele momento, naquelas condições, saberias fazer de forma diferente?

#AmorIncondicional

 

Publicado por Joana Mourisco

Nasci no Porto em 1978 e a minha formação académica é de engenharia. Desde que me lembro que questiono quem sou e se realmente me conheço. E é desta forma que vivo os dias, à procura de me conhecer um pouco mais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: