Um Bálsamo muito especial

Quando vem aquela reacção a algo, e a frustração surge e logo depois a ladainha de desculpas.

Se apenas tivesse mais tempo! Ela não poderia dizer aquilo e ficar sem resposta! Ele não poderia fazer aquilo e eu ficar ali parada, sem reagir!

E ficámos ali dentro daquele turbilhão, a pensar em todos os argumentos e desculpas que nos levam a fazer aquilo, aquela reacção brusca e muitas vezes bruta, pouco pensada. E percorremos todas as razões para aquela situação, no entanto o desconforto mantém-se, aquela frustração permanece. E ali ficamos naquele rodopio mental que tenta acalmar aquelas emoções de injustiça, de coitadinho de mim, de um ego que quer razão.

Perante este labirinto sem saída, o que pode ser feito?

Respira, enche os pulmões de ar e apercebe-te que o gatilho que te separa da solução se chama auto-perdão. Aquela emoção de me perdoar pela reacção que tive (e não estamos a falar de guerras de razões), que a minha reacção não foi a melhor que poderia ter tido, que provavelmente magoei o outro, mas principalmente que me magoei a mim, porque afinal já poderia estar a reagir de forma diferente.  Experimentem e vejam o que vos acontece.

#Alquimia #Perdão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s