Ainda sobre aquilo que não me dás!

Então e quando não recebo aquilo que quero, atenção, carinho e respeito. Que tipo de processo passamos aqui dentro?

Podemos achar que tudo fica bem, que não é o momento, que não é a pessoa, compreendemos que o outro tem os momentos dele, que agora não está disponível. Mas e nós como ficamos? Será que fica tudo igual?

Podemos compreender que tudo está bem assim, que para ter respeito tenho de respeitar.

Mas honestamente, intimamente, será que ficamos iguais? Ou algo em nós, numa parte escondida, não identificável, inconsciente, orgânica, reage. Fica tensa. Magoada. E a partir daí as nossas reacções passam a ser de pedir mais (principalmente quando o outro não está disponível), de manipular, de ficar ressentidos, amuados. E quando nos apercebermos não entendemos o que origina aquilo. E continuamos à espera…relaxando apenas quando o outro responde aos nossos pedidos, às nossas exigências.

Relaxar, perceber que por vezes somos intolerantes, carentes, exigentes, que somos tudo isto e muito mais. Porque outras vezes somos confiantes, sentimos compaixão, somos imensamente tolerantes. Somos tudo isto e muito mais. Mas principalmente estarmos atentos àquilo que esperamos do outro, e perguntarmos-nos se afinal também conseguimos dar a nós mesmos o que esperamos do outro.

#Aceitação #Beleza #Alegria

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s