The Person That I Sleep With (PT/EN)

Se são fãs de séries, filmes e livros envolventes, bem vindos ao meu mundo. E se forem bem românticos, então acabaram de acertar bem na espinha dorsal daquilo que a mim me ausenta de mim mesma.

E não é igual para todos, pode ser a atenção na vida alheia, a preocupação pelo dia de amanhã, tudo o que nos ausenta de nós mesmos, isto é, que nos retira do momento presente.

Há assim uma certa raiva, uma ansiedade, uma injustiça que se acalma com a mezinha do alheamento próprio.

Existe uma outra mezinha que tenho experimentado, aos poucos, e que tem sido muito estimulante e também tem bons resultados quando entro na cama. Tem sido a experiência de ser honesta comigo mesma, e parece simples, mas para mim necessita de algum tempo. Isto porque perante algo eu pergunto se é aquilo mesmo que quero para mim e depois aguardo pela resposta. E pode demorar um pouco:)

E com isto às vezes deparamos-nos com respostas com as quais não estamos inteiramente confortáveis (pelo menos nas primeiras vezes). Isto porque pode significar afastarmos-nos de pessoas ou de situações que nos são queridas, alterar planos já confirmados e avançar por caminhos nem sempre claros.

Então por exemplo, se aquela pessoa ou situação não são boas para mim, se sinto algum desconforto com algo, já se perguntaram porque se mantêm ali? Se forem como eu é só para parecerem que são boas pessoas (honestas, fiéis e confiáveis).

Mas tenho a dizer que esta boa pessoa, à noite, não vai dormir muito bem porque fez muita asneira com ela mesma durante o dia;)

#Máscaras #Aceitação


EN

I am a huge fan of tv series, movies and books, and if you like them too I must welkome you to my world.  And there is an extra if they are the romantic kind, because those are the backbone of what I do to absent myself.

And it’s not the same for everyone. It can be when you only pay attention to the way that others live their lives, or constantly worrying about your future, or every other behaviour that take us away from being present.

And with this medicine of self absence a certain amount of anger, anxiety and injustice feeling calms down.

However, there is another kind of medicine that I have been trying, wee by wee, and it has been very stimulating and with good results when I go into my bed. It´s the experience of being honest with myself, and it seems simple, but for me it takes some time.

So when I face something I ask myself if I am ok with it, and then I wait for the answer. And I don’t know if it is the same with you, but for me it takes time for the answer to come.

And the answer can be uncomfortable (at least the first times), because it can mean moving away from people or situations that I care about, or changing plans or following unclear paths.

Do you ever wonder why you stay with a person/persons or in situations that are not good for you?  If you are like me, it’s just to look like you are a good person (honest, faithful and reliable). But I have to say that this good person will not be sleeping very well at night, because it has being screwing up her life during the day.

Publicado por Joana Mourisco

Nasci no Porto em 1978 e a minha formação académica é de engenharia. Desde que me lembro que questiono quem sou e se realmente me conheço. E é desta forma que vivo os dias, à procura de me conhecer um pouco mais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: