O fenómeno da desmultiplicação

Isto de raciocínios rápidos, de contas em cima do joelho, de pressupostos corridos, de conceitos pouco flexíveis.

Vai com calma.

Se calhar a tua vida não é assim tão má, as pessoas não são assim tão aproveitadoras da tua boa vontade ou ingenuidade, o mundo não é assim tão castigador.

Assim quando te vem o pensamento, não tenho sorte nenhuma. Pára por um momento e pensa em quantas coisas boas te aconteceram hoje. Será que aquela situação isolada representa toda a tua vida?

Quando o pensamento vem de, não tenho dinheiro para fazer o que gosto. Será que consegues ver onde tens as tuas pequenas indulgências?

Quando o pensamento vem de, nada do que faço fica em condições. Será que nada mesmo?

Quando o pensamento vem de, a vida é difícil. Será que consegues ver aqueles momentos onde a vida até te beneficiou? Onde passaste de fininho entre as gotas da chuva?

Será que é mesmo tudo preto no branco? Será que a ti só te acontecem coisas boas, ou só acontecem coisas más? Será que és mesmo essa exceção à regra?

#Aceitação #União

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s