The Whole Fullness of Life

Aqui existe uma dinâmica entre o feminino e o masculino que se querem expressar.

Como se todo um mundo tivesse vida, um dia terno, meigo e firme, e num outro incisivo, pragmático e focado.

E como colocar estas correntes a nosso favor? Será que as posso utilizar quando preciso de me nutrir, quando preciso de avançar, quando preciso de fluir com a vida, quando preciso de me estruturar?

Será que consegues sentir quando a não expressão de algo te está a trazer um sentimento de carência?

Consegues ouvir-te quando precisas de parar e fazer tudo aquilo que te nutre? Ou quando necessitas de uma estrutura consciente e presente para construir algo, consegues expressar isso e avançar?

E se esta dinâmica externa de feminino e masculino, de Mulher e Homem, se pudesse viver aqui dentro? Terias calma e presença, quando a força de Shakti se manifesta?

#Matriz de Feminino #Matriz de Masculino #Alquimia

The Way

You cannot change the way it happens

You can only change the way you live it

My own conditions

Para eu ser feliz determinei uma lista de coisas a concretizar:

– Quero uma casa térrea num outeiro, com uma piscina revestida a pastilha verde esmeralda. Os móveis em madeiras exóticas trabalhados por artesãos na Indonésia, tapetes Bereberes, e por aí fora.

– Quero um companheiro nórdico, especificamente da Islândia, daqueles que em fins de semana solarengos passeiam os filhos vestidos em calça curta de sarja e sapato sem meia;

– Quero um trabalho enriquecedor, dedicado ao desenvolvimento da qualidade de vida no planeta, que tenha em atenção as minhas necessidades e desenvolva os aspectos em que me sinto mais frágil;

– A lista continua..

Perante isto, posso constatar que é de uma crueldade atroz estabelecermos condições para a nossa felicidade,  apenas se tudo isto e nada menos do que isto se realizar serei eternamente feliz.

Será mesmo? Será que a minha felicidade, e mais ainda, a forma como pressiono a minha vida nesse sentido, se limita a uma to do list?

E mais ainda, será que o autocontentamento está ao meu alcance?

#amorincondicional #harmonia #clareza

 

medo da própria sombra

E quando até da nossa própria sombra temos medo, recuamos. Inibimo-nos de avançar e confiar no que acontece aqui dentro. Seja raiva, desespero, agressividade. E se tudo estivesse Ok. E se estar frustado é Ok, e se ter medo é Ok, e se falharmos é OK, e se os outros não gostarem de nós é Ok. E se tudo o que acontecesse fosse OK? E se apenas o que tem de acontecer é um estado de paz com o que fazemos e com o que nos acontece?

E se na nossa vida apenas nos tivéssemos de recordar que é importante nos mimarmos, criarmos momentos de puro deleite, perdidos entre quem mais gostamos a fazer o que nos leva a perder a noção de tempo.

E se caminhar sem controlar fosse como saltar entre nuvens, sem chão, o que decidirias fazer?

#Amor Incondicional

Waiting for You

E se do outro lado estivesse algo novo à tua espera, novas dinâmicas, desafios diferentes, conseguirias arranca-te do teu lugar comum.

Do local onde dormes, onde te alimentas, onde conversas?

E se nesta nova vida, quando olhasses apenas existissem incertezas?

E se para abrires essa porta fosse necessário lidares de forma amorosa, com aqueles aspectos em ti que te causa medo, raiva, pânico, reacções de fuga.

O que farias?

#Aceitação #Confiança #Harmonia